Estabilidade

”Da mesma forma que você aprende a não dar valor aos insultos, não se torne vulnerável aos elogios. Tenha equanimidade entre ambos. Permaneça estável no seu autorrespeito para que sua vida não seja conduzida sob a influência dos outros. Por isso, mesmo que o mundo todo fique raivoso com você, seja um oceano de amor constante e fique além das turbulências à sua volta.” António Sequeira, Virtudes para uma Nova Consciência, Brahma Kumaris, Lisboa, 1999

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *